Tudo sobre papel!

No dia 4 de novembro…

Papel seda, celofane, crepe, cartão canelado, jornais e revistas, foram alguns dos tipos de papel oferecidos aos bebés para eles poderem fazer descobertas e principalmente exercitarem os movimentos finos das mãos. Rapidamente os bebés descobriram que o papel podia ser rasgado, amachucado e que até tinha propriedades como a transparência (servia para espreitar) ou a rugosidade (dava para produzir som). Os pedaços de papel rasgados tornaram-se cada vez menores demonstrando a dedicação e evolução da precisão das pequenas mãos.





8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo